Pós-modernos: os inimigos da luta do trabalhador

POST DE: https://colunapopular.wordpress.com

Palmitagem, ómi, cis, (alguma coisa)flux, cookie, agrada macho, trocar e/a por x, agir feito um intelectual bestial, viver falando mal de academicismo e ser mais academicista que FHC e Luciana Genro juntos.

Já sabem de quem estamos falando né?

Sim, os intelectuais mais “liberais de esquerda” e que passavam suas hora enfiados em DCE’s de faculdades publicas teorizando sobre tudo e todos, menos auxiliando na formação e apoio na luta do trabalhador e que eram muito famosos nos anos 90 e agora voltaram.

Mais mimados e preocupados em tranformar a politica em um antro de picuínhas e frustrações pessoais.

A origem deste tipo de pensamento é conclusão de uma  reflexão geral e negativa em torno da natureza, etapas e limites do conhecimento humano, em que nunca alcançaríamos conhecimento objetivo das coisas,que resulta  nas vivências e em como o pós-modernismo anula toda a ciência, toda produção e conhecimento.

O problema dos pós-modernos é achar que lutas e militância são individuais e acontece apenas no âmbito cultural, enquanto o trabalhador e as classes são esquecidas, afinal, a raiz do pensamento pós-modernista é justamente a individualização das lutas a divisões em níveis subatômicos.

Não existem mais coletividades, apenas, particularidades.

Há poucos dias atrás as sandices pós-modernas foram capa da ignóbil Revista Veja, o que mostra que boa coisa, o pós-moderno não é

12718161_10153734489900617_308280897597403773_n

O mais importante para eles é a relativização de tudo, inclusive das formas de exploração e opressão, sem falar do esvaziamento das lutas da classe trabalhadora, tudo com uma forma burguesa e liberal de pensamento.

Com isso vemos coisas absurdas do tipo:

Não é certo negros ou negras se relacionarem com brancas

Isso lembra alguém para vocês?

logosem16

É claro que isso tudo é relativizado e abrandado com o termo “palmitagem”. Termo usado por alguns negros para ofender ou criticar negros e negras que ficam com homens ou mulheres brancos.

Sim, tudo isso é defendido incrivelmente por negros! Imaginem o quão felizes seriam os racistas ou a própria Ku Klux Kan seriam se todos os negros adotassem essa “postura”?!

E mais, ainda argumentam que brancos não podem se envolver neste debate, já que “não é seu lugar de fala”. Ou seja, além de fazerem os negros apoiarem discursos perigosos ainda afastam todos aqueles que buscam lutar contra o rascismo e somar à  luta.

O grande trinfo dos pós-modernos e fazer com que o oprimido reproduza o mesmo discurso do opressor.

Para silenciar e evitar qualquer debate ou contato com a realidade usam e abusam de informações que orbitam o próprio umbigo, com o nome de “vivência”. Que não é nada além do que generalizar uma situação especifica.

O pós-modernismo também trabalha árduamente para desmoralizar a luta feminista e todo e qualquer simpatizante além de transformá-la em chacota.

Com palavras ridiculas e simplistas como ómi, branco, ‘hetere’ e ainda homem potencial estuprador apartir de seu nascimento.

Pela lógica destas pessoas homens não podem lutar contra o machismo, não podem somar à luta e ao verem uma vitima, devem se omitir, afinal de contas homem não pode dar “pitaco”.

Sim, os pós-modernos trabalham com a estratégia de “dividir para conquistar” além de também desmoralizarem.

Aliás amam falar que são de esquerda para posarem de revolucionários e até para se passarem por pessoas mais legais em fotos para redes sociais como Instagram ou Facebook

Porém essa gente não é de esquerda, não se importa ao menos com as lutas da classe trabalhadora, não se importam com o pobre, nem com João que é trabalhador pelo fato de ser homem e branco e muito menos com Maria, esposa de João que foi salva por ele já que ela era constantemente agredida por um ex-marido machista e agressivo.

E sabe por que não se importam com a Ana? Pois ana é negra e seu Marido é Branco. Para eles ana é Palmiteira.

Ser de esquerda não é apenas “sentimental” ou CULTURAL, mas também a tomada de consciência do sistema que te oprime!

E para oprimir não existe lado, visto que ações independem de doutrina politica.*

*Adição de Rickson Vieira Santos

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s