Modéstia e o mundo moderno

“A sociedade, por assim dizer, fala com a roupa que veste; com a roupa revela suas secretas aspirações, e dela se serve, ao menos em parte, para construir o seu próprio futuro.” (Papa Pio XII em “Disc. e Radiomes.” Vol. 19, p. 578)
“O homem busca na mulher precisamente as qualidades que ele, por sua natureza, não possui. Busca feminilidade, doçura, delicadeza… Mulher- homem, não! De homem basta ele.”
(Pe. Jorge Loring)
A maioria das mulheres modernas se vestem de forma inadequada, expondo-se de todas as formas, tudo isso com o objetivo de atrair mais olhares, chamar atenção e conseguir se impor no meio social em que vive. Isso é fruto da desconstrução promovida pela esquerda liberal (new left) e suas ideias bizarras. Porém, todos sabemos que esse tipo de mulher não atrai homens de verdade e sim moleques, marginais e traficantes, bem como sua descendência não será nada mais do que escória na terra.


A mulher tem que optar pela modéstia em tudo. A modéstia diz respeito à virtude que regula todas as ações exteriores: gestos, palavras, tom de voz, atitudes, recreações – e mais especificamente, a maneira e o recato na hora de se vestir. (É o que trata Santo Tomás de Aquino sobre modéstia na Suma Teológica, II-II, qq. 160 e 168-170.) Já perceberam como se comporta a maioria dessas mulheres modernas? De forma vulgar, com atitudes e palavras vulgares. É a corja que povoa a sociedade e a contamina.
Uma mulher deve ser bonita e elegante mas não vulgar usando tudo que é roupa curta. Não deixe que sua filha queira se destacar pelo número de machos que impressiona e sim pela sua elegância.


“As mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e sobriedade.” (I Timóteo 2:9)

(Tito 2:5 ACF) “A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada.”

Anúncios

Um comentário em “Modéstia e o mundo moderno

  1. A Sabedoria do Espelho.

    “Esta sabedoria está ligada a capacidade de entender os outros no mundo deles e não a partir do nosso. Nós deveríamos pensar que o outro geralmente está certo dentro do mundo dele. Se nós tivermos a capacidade de falar dentro do mundo das pessoas, nós podemos ajudá-las a caminhar melhor. Quando nossa linguagem não funciona, é porque nós não conseguimos falar dentro do mundo dos outros.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s